Diabetes

Olá, nesse artigo falarei um pouco sobre diabetes!

A diabetes é uma condição crônica que afeta a forma como o corpo utiliza a glicose, que é o açúcar presente no sangue. Normalmente, quando comemos alimentos, nosso corpo quebra os carboidratos desses alimentos em glicose, que é então transportada para as células para ser usada como energia.

No entanto, nas pessoas com diabetes, o corpo tem dificuldade em regular os níveis de glicose no sangue. Isso pode acontecer por dois motivos principais:

1. Diabetes tipo 1: Nesse caso, o sistema imunológico do corpo ataca e destrói as células produtoras de insulina

no pâncreas. A insulina é um hormônio que ajuda a controlar os níveis de glicose no sangue. Sem insulina suficiente, a glicose não pode entrar nas células adequadamente, o que resulta em níveis elevados de glicose no sangue. Pessoas com diabetes tipo 1 precisam receber injeções diárias de insulina para sobreviver.

2. Diabetes tipo 2: Nesse caso, o corpo ainda produz insulina, mas as células se tornam resistentes a ela. Isso significa que a insulina não consegue efetivamente transportar a glicose para as células, resultando em níveis elevados de glicose no sangue. A diabetes tipo 2 está fortemente relacionada ao estilo de vida, como uma dieta pouco saudável, falta de atividade

física e excesso de peso. Geralmente, é possível controlar a diabetes tipo 2 com mudanças no estilo de vida, dieta adequada, perda de peso, medicações orais e, em alguns casos, injeções de insulina.

Os altos níveis de glicose no sangue, se não controlados, podem causar problemas de saúde a longo prazo. Eles podem afetar os vasos sanguíneos, incluindo as artérias do coração, o que aumenta o risco de doenças cardiovasculares, como doença arterial coronariana, ataque cardíaco e derrame.

É importante entender que a diabetes é uma condição crônica que requer cuidados contínuos. Pessoas com diabetes precisam monitorar seus níveis de glicose no sangue regularmente,

seguir uma dieta saudável, praticar atividade física regular, tomar medicamentos prescritos pelo médico e, em alguns casos, usar insulina. É fundamental que os pacientes com diabetes trabalhem em estreita colaboração com uma equipe médica, incluindo um cardiologista, para gerenciar sua condição e reduzir o risco de complicações cardiovasculares.

Dr Eduardo Abi-Kair, médico cardiologista, ecocardiografista e com atuação em medicina do esporte e exercício.

× Como posso te ajudar?